Essa Porra de Vida

Rumo a 1964

manipular

Há um golpe em andamento. Ponto.

Você que está lendo pode duvidar, descrer, me acusar de paranoico, ou coisa que o valha. Mas há, e se você não acredita, tanto pior. Para você, digo.

Pois veja bem, houve e ainda há gente acreditando que os negros são inferiores aos brancos, que os homossexuais não podem se casar e constituir família, que os pobres são menos humanos que os ricos. E eles estavam e estão errados. Ponto. Assim como o que digo agora. Há um golpe e se você não acredita paciência.

Faz ao menos cinco anos que acompanho os canais de mídia tradicional via internet com afinco (leia: diariamente), e há um fluxo constante no que Noam Chomsky chama de estratégia de gradação da mídia. Foi plantado há doze anos atrás, quando da primeira eleição do PT, dia após dia, semana após semana, a ideia fixa de que o PT é corrupto. Melhor, que o PT é o partido mais corrupto que existe na face desta Terra de meu Deus. Mais do que isto os veículos de mídia se completam inteiramente em um partido, e este partido, a mídia é a oposição no país. Observem:

O Estadão – um dos jornais mais vendidos, senão o mais vendido – aponta em seu site apenas 20584 notícias, 677 fotos, 273 podcasts, 254 matérias no tv estadão, 12 comerciais, 10204 reportagens no acervo.

Para comparar vamos ver os escândalos do governo FHC, começando com o Escândalo do BNDS (revelada pelo jornalista Ellio Gaspari, em sua coluna, em 8 de novembro de 1998). No acervo do mesmo jornal temos 816 notícias no acervo. No caso do Escândalo dos Medicamentos temos 2008 notícias. Sobre o abafamento que FHC fazia nas CPI’s de seu governo, escândalo que até a mídia internacional conhece bem, temos 19 notícias. Sim, 19.

No caso da Veja, aparecem 1155 matérias da revista falando sobre o Mensalão. Com relação ao Escândalo do BNDS não há nenhuma edição que trate do assunto relatada na busca do site da Veja. Nenhuma. Sobre o escândalo dos medicamentos idem.

Eu poderia passar a tarde inteira buscado dados de diversos outros sites de diversas outras revistas, mas não precisa. Esqueça estes números e pesquisas chatas. Faça o teste da padaria. Vá até uma padaria e pergunte o que o padeiro acha do PT, e ouça. Depois dele ter xingado o PT,  pergunte o porque dele odiar tanto o PT.

Odeio porque o PT é corrupto. Ora, todos os partidos o são, porque então o senhor não odeia todos os partidos, somente o PT?

Odeio porque o PT fode o povo. Ora, todos os partidos fodem, porque então o senhor não odeia todos os partidos, somente o PT?

Bom, vocês já sacaram onde eu quero chegar.

Pergunte então porque o fulano odeia o PT. De onde vem tanto ódio? De onde? E você ficará diante da cara de nada do cidadão. Ele não sabe.

É óbvio que vem dessa onda maciça de reportagens. Do início de 2005 (ano quando apareceu o Mensalão), até hoje passaram-se 3287 dias, contando os dois anos bissextos que tivemos. Contando APENAS as reportagens do Estadão, temos uma média de 6 notícias sobre o Mensalão por dia, todo dia que Deus dá desde 2005 até hoje. Só o Estadão.

Tivemos desde 2005 até hoje, aproximadamente 468 semanas, o que corresponde a 468 edições da revista Veja, uma vez que ela é semanal. Temos então duas matérias em média por edição nos últimos nove anos.

Coloca na conta ai, as chamadas do Jornal Nacional, Jornal Hoje, Jornal do Almoço (SPTV em São Paulo) Fantástico, Jornal da Globo. E coloca também na conta todos os telejornais de todas as emissoras do país.

Uma hora essa pecha ia pegar e pegou. E junto com essa onda, os valores que essa mídia representa foi igualmente absorvida pela população. Na mesma medida que houve o fenômeno “Ódio ao PT” veio junto vídeos de gente dizendo que odeia pobre, gay, negro. Perdeu-se o pudor de se revelar racista. Perdeu-se a vergonha de enunciar-se sexista, homofóbico.

A sociedade a quem foi ensinada a odiar o PT aprendeu também que lugar de pobre é na favela, de bandido é no cemitério, de preto é no presídio. Aprendeu que a Ditadura Militar não foi tão ruim assim, que aqueles que lutaram pela democracia são terroristas. Cantam agora que são os sindicatos o real problema dos trabalhadores, não os patrões que lhes arrocha o salário.

O patrão não pode estar errado.

O capataz obviamente me ama.

O dono da Casa Grande me protege.

O sinhozinho me da de comer.

É esse sentimento que a população aprendeu a arrotar, inflada e ensinada pela mídia nos últimos anos, que me faz crer que há um golpe em curso, arquitetado pela mídia como um todo. E que por trás dessa mídia há os mesmos setores da sociedade que arquitetaram e executaram o golpe de 64.

Há um golpe acontecendo. Se ele será bem sucedido ou não o futuro dirá. Mas há. E não é de hoje.

OBS. Vale a pena ler a carta de Alberto Goldman, no site do PSDB, onde ele fala explicitamente o seguinte:

“O Brasil do trabalho formal, produtivo, dos seus trabalhadores e empresários, no campo e na cidade, o Brasil da cultura e da tecnologia – essa é, de fato, a elite brasileira – rejeitou, por ampla maioria, o PT e sua candidata. Deu mais votos à Aécio”. (grifo meu).

É o texto mais preconceituoso que já li em um site de qualquer partido.

OBS 2. Quero deixar claro que conheço eleitores do Aécio que são pessoas extremamente inteligentes e bondosas. Pessoas que votam em Aécio e que possuem um senso humanitário que falta em muito eleitor de Dilma, como é o caso de Alexandre Fortes, um grande amigo meu, e também de meu pai, embora eu não tenha lá muita certeza se ele votará 45 neste domingo. Enfim, o que eu queria dizer é que há vida inteligente em ambos os lados, e que se deixarmos o ódio de lado, nós como seres humanos, temos muito a ganhar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às outubro 24, 2014 por em coluna e marcado , , , .
%d blogueiros gostam disto: