Essa Porra de Vida

Voltando!

otimismo_em_alta

Uou!

Passaram-se dois meses desde meu último texto sobre o Crioulo! Isso é tempo cara! Nesse tempo todo eu mudei minhas leituras e as músicas que ando escutando.

Nesse meio tempo finalmente começou a copa. Junto com a copa, os protestos, a gritaria, o desespero. No meio do desespero sobrou pra repórter gringo tomando estilhaço e quebrando o braço – pelo menos era essa a suspeita. A polícia de sampa mostrando ao mundo um pouquinho só do que ela faz diariamente com a rapeize da periferia.

Se com o mundo todo vendo, a polícia age assim, imagina quando apagam as luzes e ela sobre o morro? Ai mermão, tudo vira estatística na mão do estagiário.

Mas os ventos trazem boas mudanças. Agosto próximo saio dos 20 e faço 30. Despeço-me totalmente de minha juventude, e começo a finalmente enxergar o que chamam de “copo meio cheio”. Ando otimista, apesar dos pesares. Pesares esses bem leves.

Começo a acreditar que o ser humano é uma criatura bacana, bem intencionada. Claro que há os colunistas da Veja, mas nem tudo são flores. Mas e daí? Eles que fiquem latindo por ai. Eu ando feliz a beça, ainda que as vezes eu tenha que arrumar um tempo pra sorrir. Sempre haverá tempo para um sorriso.

Pensem nisso.

Mudando um pouco o assunto, preciso dizer que o povo brasileiro anda me deixando orgulhoso (?!). Seja protestando nas ruas, criticando as ofensas à presidente, recepcionando gringos com um sorriso besta o no rosto. Seja até mesmo torcendo alienadamente para a seleção. Porque ser besta e alienado as vezes é uma necessidade moral. Não vejo nada de errado com a besteira alienada. Desde que ela passe um hora.

Quando eu tinha meus 21, 22 dizia ter a alma de um velho de 83 preso no corpo. Agosto próximo eu completo 30, abandono de vez a juventude do corpo e me encontro com a alma jovem que me chegou atrasada. Cheio dos sonhos que antes eu negava, das tolices, das cafonices que só um adolescente é capaz de ter.

Acredito cada dia mais no amor, na felicidade, na cordialidade, no ser humano. Nessas coisas todas e tolas.

Obrigado família, por me conduzir.

Fico por aqui e prometo tentar voltar semana que vem.

Conheçam agora Lucy Rose. Será uma das coisas mais lindas que você ouvirá hoje.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às junho 20, 2014 por em crônica e marcado , , .
%d blogueiros gostam disto: