Essa Porra de Vida

Faithfull

faithfull

Há tempos temos repetidos as mesmas palavras, os mesmos sentimentos, as mesmas verdades.

Todos nós.

Eu. Você. A Humanidade.

Levaram muito mais que uma noite de sono.

Nos apontaram o que fazer, para onde correr, o que devemos comer,

em que acreditar, como tentar evitar, e como iríamos acabar.

Estamos sempre esperando,

se redimindo, se consumindo.

 

Eu não sei jogar esse jogo,

e não sei se está tudo bem quando

precisamos ter fé em não ter fé.

 

E essa sensação ruim de que algo não está certo,

está sempre por ai, testando meus nervos,

sempre me dizendo para ficar alerta

para a possibilidade real de uma derrota total.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às janeiro 24, 2014 por em poesia e marcado , , .
%d blogueiros gostam disto: